sexta-feira, 26 de março de 2010

[46] hoy me dedici-


Na verdade não só hoje mas já venho pensando em coisas do tipo, mas a muitos dias, é tão estranho esa coisa do EU, todas esses autores estão bagunçando a minha vida, e não digo isso de uma forma ruim, e sim de uma forma muito boa.Essa coisa de definir-se e sair por ai dizendo eu sou assim, eu gosto disso, quando na verdade há milhões de coisas no meio se torna cansativo.Na maioria das vezes somos obrigados a dizer/fazer algo não porque sim gostamos/queremos mais porque é melhor, mais bem visto, estamos o tempo todo conflitando com nós mesmo sobre aquilo que gostariamos de ser e aquilo que teriamos que ser.E isso é bem complicado, acho que ando lendo tanta coisa, que a minha cabeça esta as voltas.Para mim especialmente as vezes é tão dificil dizer NÃO, -tenho serios problemas com isso- as vezes penso que magoarei as pessoas, ainda que de uns tempos para cá tenha melhorado, muito. No começo do ano em uma palestra que fui durante uma semana, repetiam incessantemente VAMOS SUBVERTER. SEJA VOCÊ MESMO O TEMPO TODO. E então depois de mil coisas, me peguei pensando, quem na verdade consegue ser ele mesmo sempre? a verdade é que não sei, e eu confesso, EU NÃO SOU, o tempo todo estou em conflito, meus gostares, humores, e tudo mais mudam bastante ainda que não aparentea muito.De repente toda aquela segurança com a qual sai de casa se desfaz assim que chego ao destino.Eu me magoo muito com certas coisas, mas não deixo tranparecer, nunca.Tenho certas opiniões que deveria dizer, mas as vezes engulo-as.E que as vezes deixo algo a fazer para poder fazer aquilo que esperam que eu faça.E a verdade é que sou extremamente fechada e pouquissimas pessoas, ou ninguem sabem nem metade do que penso, nem do que me aflige.E a verdade é que nem mesmo sei falar de mim, estou sempre mais a escutar do que dizer, e digo mais para aconselhar, e a verdade é que HOY ME DECIDI gritar ao mundo coisas que penso e que gosto -hoje- e já algum tempo e que estive a pensar e não quero mudar -porhora.A verdade é que as vezes penso que não me encaixo muito a algumas coisas ao meu redor. Eu nunca fui uma dessas adolescente 'normais' que tem problemas, conflitos, brigas e amores, eu sempre fui calma e sempre apesar de tudo vi o lado positivo das coisas, não me encaixava na garota namoradeira, nem na calada, na estudiosa, sempre fui ou quiz ser um pouco de tudo.Muitas vezes fui influenciada, e acabei até me arrependendo.Então decidi que ferre-se o mundo eu serei sempre essa garota que gosta de estar em seu canto, que apesar de gostar MUITO de dançar, prefere seu quarto a uma Balada, que as vezes passa tanto tempo em seu canto que se esquece de viver o que todo mundo taxa de vida -festas, lugares badalados etc- Que ama reunir as amigas para ver filmes e conversar a noite toda, mais do que sair por ai fazendo besteiras.Que já tentou imaginar-se em uma vida toda badalada para parecer mais legal, e não gostou.Que não esta afim de sair por ai e encontrar um fulano qualquer para dizer que gosta e tem alguem, quando mesmo em seu canto acredita que um dia o grande amor vai chegar, alguem com quem possa dividir sonhos, conversar e poder ser feliz não somente por estar sempre agarrado.Que por mais que pense as vezes, como sente falta ergue a cabeça e pensa em coisas que a fazem feliz.Que as vezes tem vontade de estar pregadas as amigas assim como estar sozinha.Que sente falta de um abraço as vezes mesmo que não diga.Que tem dificuldade de dizer eu te amo cara-a-cara.Que ama fazer as pessoas sorrirem., mesmo que a taxem de palhaça.Que ama ficar o dia todo de pijama.Que segundo a mamãe, seus olhos brilham, principalmente quando alguma coisa a agrada.Que queria aprender a fazer tudo e que adora conhecer e descobrir coisas, que se fechas as vezes para muitas coisas para conseguir cumprir seus objetivos.Que gosta de curiar, saber e conversar, e que as vezes tem medo de dizer NÃO SEI.Que tem mil planos na cabeça e nunca consegue concluir nenhum.Que se irrita muitas vezes e fica calada.Que é fechada ainda que muitas vezes goste de compartilhar coisas -mesmo inuteis.Que gosta de ajudar pessoas, mesmo que for mesmo estando ali calada.Que agora consegue se emocionar com coisas tontas e chorar sem ao menos se importar com ninguem.Que ainda que goste de falar e ser 'coleguinha' de todos, confia em poucas pessoas, e tem um grupo de amigas que quer preservar para sempre, ainda que cada dia se torne mais dificil.Que não quer sair por ai fazendo o que acham legal só para parecer cool.Que mente algumas vezes por pensar estar fazendo o certo, e que já se cansou disso.Que acima de tudo tenta sempre ver o lado bom das coisas, mesmo que o mundo esteja caindo .E que está tentando ser ela mesma ainda que não agrade a ninguem.



acho que essa sou eu, ou pelo menos uma parte do que me transformei nesses 18 anos de vida.E a verdade é que não sei o que serei, nem mesmo amanhã, mas hoje eu sou assim, e até mesmo gosto de quem sou ainda que ninguem goste.




/b.m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...